Associação Brasileira da Construção

Industrializada de Concreto

EDITORIAL - 79º NEWSLETTER - EDIÇÃO ESPECIAL 71

As principais entidades que compõem a cadeia produtiva da economia brasileira, incluindo a ABCIC, assinaram um manifesto, liderado pela FIESP, pedindo a independência, a paz e a harmonia entre os três poderes, uma vez que é preciso diálogo, pacificação política, estabilidade institucional e, sobretudo, foco em ações e medidas urgentes e necessárias para que o Brasil supere a pandemia, volte a crescer de forma sustentada e continue a gerar empregos.

No setor da construção, o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) da FGV teve a menor variação desde junho de 2020, com uma alta de apenas 0,46%, demonstrando uma estabilidade nos preços de materiais e equipamentos. Na visão da CBIC, a estimativa de crescimento para o setor da construção pode ser revista para cima, a depender dos resultados nos próximos meses. 

Na área do cimento, as vendas em agosto seguiram a tendência de arrefecimento iniciada em maio, totalizando 5,9 milhões de toneladas, um crescimento de 1,1% em relação ao mesmo mês de 2020. O desempenho da indústria até agosto registrou uma perda de 2 p.p em relação a julho, reduzindo ganhos de 13,4% para 11,4% ou seja, queda de 14,9%. Já no segmento de materiais para construção, a pesquisa da Abramat aponta uma alta de 4,8% no faturamento deflacionado do setor em agosto ante julho. Com esse resultado, o crescimento acumulado da indústria de materiais chega ao oitavo mês do ano com alta de 18,8% na comparação com o mesmo período de 2020. Os dados apresentados pela pesquisa contribuem para a manutenção da estimativa de crescimento de 8% neste ano. 

Foram publicadas duas matérias sobre o pré-fabricado de concreto: o anúncio da abertura das inscrições do Prêmio Obra do Ano, veiculado na Revista Grandes Construções, e o artigo sobre tendências na industrialização e produtividade, de minha autoria, publicado no portal do Prêmio Produtividade Do Mesmo Lado.  

Por fim, a newsletter destaca o lançamento da Revista Industrializar em Concreto, em sua 23ª edição, uma análise dos principais dados econômicos divulgado pela CBIC e  uma avaliação da evolução das despesas públicas federais com investimento no 1º semestre de 2021, feita pelo Departamento da Indústria da Construção da FIESP.

Um abraço a todos.

Iria Lícia Oliva Doniak
Presidente Executiva