Associação Brasileira da Construção

Industrializada de Concreto

EDITORIAL - 83º NEWSLETTER - EDIÇÃO ESPECIAL 75

Nos primeiros seis meses de 2021, o faturamento da cadeia da construção alcançou R$ 697 bilhões, sendo que 46,2% desse valor estão relacionados às obras e serviços da construção. Isso representou um aumento nominal de 30,6% no faturamento da cadeia produtiva da construção ante ao mesmo período do ano anterior. A informação é do Departamento da Indústria da Construção (Deconcic) da FIESP.

As vendas do setor de cimento apresentaram leve melhora em setembro, totalizando 5,7 milhões de toneladas, uma queda de 1,6% em relação ao mesmo mês de 2020. O acumulado de janeiro a setembro registrou um total de 49,2 milhões de toneladas vendidas, aumento de 9,7% comparado ao mesmo período do ano passado. 

Na área política, o Sinduscon-SP divulgou um artigo de opinião que trata da preocupação do setor da construção com a tramitação da reforma tributária, que tem o risco de elevar da tributação das empresas, afugentando ainda mais os investimentos que poderiam reduzir o vasto desemprego. Aliás, a questão da mão de obra foi tema de uma pesquisa da CBIC, que mostrou que a contratação de profissionais tem sido um problema para as empresas nos últimos meses.

Em termos de eventos importantes do setor, na próxima semana, ocorre o ENECE, encontro online organizado pela ABECE, que tem o apoio e patrocínio de nossa entidade, e uma palestra de destaque a ser proferida pelo professor Mounir sobre pontes de concreto com ênfase na aplicação de estruturas pré-moldados, no dia 20.

Outras matérias apresentadas na newsletter desta semana são a apresentação das novas perspectivas do Casa Verme e Amarela pelo Secretário Nacional da Habitação do Ministério de Desenvolvimento Regional (MDR), em reunião na FIESP, as recomendações do MDR e do Banco Interamericano do Desenvolvimento  (BID) para habitação de interesse social, o novo portal do PBQP-H e um estudo que mostra que o concreto predominando nas construções de edifícios superaltos após os ataques do 11 de setembro. 

Um abraço a todos.

Iria Lícia Oliva Doniak
Presidente Executiva